A historia do Baile Charme no Viaduto de Madureira

Baile charme no Viaduto de Madureira

Um grupo de amigos fundou um bloco carnavalesco na parte inferior do Viaduto Negrão de Lima em Madureira, despertando a atenção de um produtor de Baile Charme local chamado César Ataíde.

César queria envolver toda a massa do subúrbio em um projeto musical, e após um bom tempo em busca de um lugar perfeito para seu projeto, conseguiu autorização para realizar o Baile Charme na Rua em março de 93, na Praça das Mães. Na época a festa foi comandada pelos DJs Marki New Charm, Lopy, Michel, Cali, exímios frequentadores também do baile charme Vera Cruz, na Abolição.

Inicialmente apoiados por equipamentos emprestados pelo DJ Marlboro, eram camelôs em Madureira vendendo cópias de artigo original a preços populares, e seu lazer era o baile charme Vera Cruz (baile charme do DJ Corello no bairro de Abolição). Impulsionados pela idéia ” temos que ter nosso próprio baile charme “, utilizaram a parte inferior do Viaduto Negrão de Lima para eventos de black music e cobriam os custos do evento com a venda das bebidas, e assim os amigos fundaram o Baile Charme na Rua.

Com a alta do movimento hip-hop no Rio de Janeiro e a identificação deste público com a Black Music em geral, estes passaram a frequentar também os bailes Charme na Rua e o DJ Marki, um dos djs de R&B sensíveis à importância do hip-hop no Rio de Janeiro conheceu o DJ A e o convidou para participar dos bailes Charme na Rua”.

Reconhecido pelo governo do estado como instrumento essencial à cultura, o baile “Charme na Rua” foi rebatizado como Projeto Rio Charme sofreu reformas visando mais conforto e segurança e para sua preservação cobra ingresso aos frequentadores. Atualmente  o hip-hop, o new jack e o R&B têm presença definitiva no repertório e conta com diferentes gerações de amantes da Black Music no Rio de Janeiro.

O baile charme do Viaduto Negrão de Lima em Madureira acontece todos os sábados às 22h. Confira!

About these ads
Esse post foi publicado em Bailes Charme. Bookmark o link permanente.

20 respostas para A historia do Baile Charme no Viaduto de Madureira

  1. Oi Michel,

    CAramba! Vou confessar minha completa ignorância. Eu não sabia que o charme o hip hop eram tão próximos.

    Valeu!

    bjs,
    Ana

  2. Jonathan Eric Albano disse:

    Quando eu fiquei sabendo do Viaduto pela primeira vez fiquei impressionado sempre fui fanático pelas musicas americanas e também nacionais não vou desmerecer nosso som brasileiro q é muito rico e esta mudando bastante o que é importante sentir a mudança da nossa musica mais a maior parte da minha vida foi voltada á isso a musica ao black music eu senti o que é a musica como cada musica que eu escuto até hoje tem um significado muito grande para mim tenho apenas 21 anos comecei a escutar black desde de muleque muita gente lembra (aqueles disco do dinamite foi o primeiro q eu peguei do meu pai e coloquei no toca disco para ouvir devo tudo ao meu pai por ter seguido esse caminho da musica black eu e meu irmão hoje somos fanaticos pelo som americano sabe não é um simples escuta é algo q faz seu coração pular e dizer nossa isso não tem preço não sou cantor nem nada nem trabalho com musica queria muito seguir esse ramo mais só é sonho mais só de ouvir ou ir num baile que toca esses tipos de musica nossa isso para mim é ganhar o céu ver o pessoa curtindo cada um com o estilo diferente de se vestir uma coisa muito rica eu me concidero um real charmeiro me espelho muito nas roupas americana eu sinto o estilo meu pai também muito fanático pelo som americano cada disco q ele tem hoje ele diz q é reliquia disco de ouro ele dizia para mim não é um simples escutar e sim sentir a musica o q eu carrego comigo até hoje como digo saudades dos anos dourados que não voltam mais da death row e bad boy essa epoca foi a melhor apesar de eu ter pegado essa fase quando eu era muito pequeno tinha apenas 6 anos quando Pac e BIG morreu para mim foi uma perda muito grande mais eles deixaram as musicas não só eles mais grandes cantores americanos que hoje tem uma pancada de cantor bom americano desde do antigos (old school) até os mais novos deixaram muita musica o que é importante mais eu vivi um pedaço dessa epoca os anos dourados se eu pudesse eu voltava naquele tempo lembra cd do rap attack? esse eu tenho até hoje.Desde do Soul,Black charm muitos chamam de r&b ou black em si ou hip hop tudo mesmo,neo soul tudo mesmo nossa isso para mim me faz se sentir como um (real niggas) isso esta no sangue agradeço a Deus por isso pela musica por tudo mesmo sabe quando vc escuta a musica aquilo mexe com vc o black music leva vc para outra dimensão tem muito cantor sabe não é só aquilo de vc escutar só a musica e sim sentir na pele é vc poder respirar a musica seu corpo automaticamente se mexe sozinho hoje tenho uma pancada de musica foram altas madrugadas na frente do computador cada dia descobrindo umas par de musica e de cantor nem o sono me vencia e no dia seguinte colocava as caixa de som na janela e aumentava até o maximo ou iria no meu pai com meu irmão e falava nossa pai põe essa faixa vc vai curti e dançava no passinho até altas horas da madrugada isso não tem preço a mensagem é : “Que eu quero parabenizar os criadores os organizadores desse baile e dizer parabéns a todos vcs e todo pessoal que curti o som black music a todos q tem estilo q sente a musica e dizer q vcs estão no caminho certo é isso ai que a gente precisa vcs tem o verdadeiro espirito da musica eu envejo muito o povo carioca por ter essa reliquia esse baile que é o melhor do Brasil eu não conheço pessoalmente mais só de ver eu pude sentir q é o melhor essa coisa rica q é esse Baile fiquei com muito inveja quando vi o povo carioca dançando o pessoal tem tudo nas mãos esse baile vale ouro não precisam de mais nada eu invejo muito vcs num bom sentido logico pois na minha cidade não tem isso nunca ninguém fez um negocio desse antigamente tinha os bailes black mais tudo se acabou aqui em São Carlos-SP o baile black foi embora na epoca q tinha eu era muito pequeno e nem tive chance de ir entaum digo parabéns pra vcs sempre tive o sonho de ir para o harlem e sentar nas escadas daquelas casa e balança a cabeça escutando um black music com aquele radio gigante (rsrsrsrsrsrsrsrs) é muito legal ver q vcs estão buscando isso estão revivendo isso tudo a musica black em si parabéns vc são gênios (music my life)…… eternamente Viaduto Madureira

  3. Paulo Ricardo Santos Nunes disse:

    Dj vamos nos reuinir para que esse projeto maravilho não fique em ruinas que continue sendo o melhor projeto black do mundo, esse é o sentimento no qual eu tenho pela black music e pelo baile do viaduto. um grande abraço do amigo DJ Ricardinho by Charme.

    • Paulo Ricardo Santos Nunes disse:

      Dj dependendo de mim será feito qualquer para que esse projeto cultural nunca acabe, porque já faz parte da vida de muita gente, quantas pessoas se conheceram através do baile do viaduto, quantas pessoas formaram até familia através do baile, então pesso em nome de todos os charmeiros do Brasil, não deixa que a nave mão da black music acabe

  4. Marcos Antonio disse:

    aconpanho a música black,desde o começo dos grandes bailes das equipes de som,principalmente:cash box(dj.marcão)black power(Mr.paulão).Fico feliz em saber q estes bailes estão aí,para confirmar a importância deste movimento,q para mim,foi e sempre será eterno,já fui dj da extinta equipe de som fenix,e locutor de rádio comunitária,onde tinha um programa voltado exclusivamente aos amantes deste ritmo maravilhoso.Nota 1000,para todos os dj´s empenhados em não deixar morrer o charme.

  5. Adriane disse:

    Adoro tudo isso quando fui ao Rj conheci um baile charme , caramba me apaixonei. E vou voltar com certeza o amo minha Salvador-Ba pois aqui tem a minha negrada meus movimentos que amo, mais o Rj tb é tudo de bom tb. Bjs

  6. veronica disse:

    claro q o black music ñ vai acabar sou charmeira ate morrer

    • Noeli disse:

      Oi Veronica, me chamo Noeli sou de São paulo , eu e mais dez meninas ostariamos de ir em um baile charme, qual vc me indicaria??? Obriagada

  7. veronica disse:

    charme é minha vida

  8. baby souza disse:

    sou das antigas,e curto muitos essas musicas que traz grandes recordaçoes…..

  9. baby souza disse:

    esse ano estou pretendendo comemora meu nive la com o amor da minha vida!!!!

  10. Silvia varjao martins disse:

    Adooooooooro charme,hip – hop e etc… Amo este movimento . E gostaria de um dia poder levar meus filhos para conhecer.

  11. Téo DJ FBC / RJ disse:

    Bem,
    Continuamos firmes e fortes neste movimento de resistência para manter no cenário cultural negro no rio de Janeiro, mais especificamente nos bailes e eventos de black music (charme, hip hop, funk, soul, rap, etc.)

    Faço parte como expectador e DJ desde os 15 anos de idade deste movimento e clamo para os amantes não desistirem e incentivar as novas gerações a seguir neste movimento.

    O charme music é um estilo de vida. São pessoas com identidades reafirmadas na atitude da livre, pacífica socialização da convivência e desfrute dos melhores sentimentos da vida.

    Curti, curto e curtirei sempre em minhas boas lembranças os bailes: (Viaduto -Madureira, Vera Cruz- Abolição, Mackenzie -Meier, Bola Preta -Centro, Ponto Chique – Padre Miguel, etc….)

    Abraço

    Téo DJ FBC / RJ

  12. cynthia disse:

    Olá galera! Acabei de ver a matéria sobre charme no Programa Mais Você ! Ameiiii, amo movimento Black e quero saber se os bailes ainda continuam aos sábados as 22h no viaduto, alguém me confirma por favor? Quero ir conhecer!

  13. matheus haber disse:

    pow achei que era uma coisa sem animaçao depois q eu vi e uma coisa ,cheia de alegria,amizade e a dança o mais importante.

  14. sara elaine da palma disse:

    Moro em Ourinhos no interior de São Paulo e sempre gostei de dançar danço todos os tipos de musicas e me fassinei pelo charme se eu um dia eu for para o rio a primeira coisa sera ir no baile charme dai e outra é ir no baile funk dai são muito bons

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s